Close

Esqueceu a senha?

Faça seu login via Facebook no Bolão Octagon.
Logomarca Bol√£o Octagon / logo Bol√£o Octagon.

Anderson Silva apresenta defesa estranha e leva suspens√£o branda de um ano. - Bol√£o Octagon

Anderson Silva apresenta defesa estranha e leva suspens√£o branda de um ano.

Depois de muitas idas e vindas, finalmente aconteceu, a tão aguardada audiência sobre o caso de doping no UFC 183. O ex-campeão peso médio do UFC, foi considerado réu primário e condenado a um ano de suspensão, a pagar multa de 30% do valor de sua bolsa oficial (US$ 600 mil), devolver o bônus de vitória (US$ 200 mil) e ainda terá que reembolsar a Comissão Atlética de Nevada (NAC) pelas taxas legais e de testes adicionais, que solicitou ao sempre negando o uso dos esteroides.

 

O Ex campeão havia sido flagrado em dois exames antidoping, o primeiro, feito de surpresa no dia 9 de janeiro, acusou metabolitos de drostanolona e androsterona, dois esteroides anabolizantes. O segundo, realizado logo após a luta, voltou a apresentar drostanolona, além dos benzodiazepínicos temazepan e oxazepan, medicamentos usados para tratar ansiedade e insônia, substâncias estas anidas pela Agência Mundial Antidoping (WADA), cuja regulamentação é usada pela NAC. o que ajudou a o ver o resultado de sua sua vitória sobre Nick Diaz no UFC 183 ficar sem resultado (No Contest). veja aqui o cartel do Spider

 

A defesa foi baseada, segundo Michael Alonso, o advogado do Spider, que, Anderson consumiu um suplemento líquido para melhorar o desempenho sexual contaminado, vindo da Tailândia que ganho de Marcos Fernades, com quem Anderson Silva treinou Muay Thai algumas vezes, o problema foi que Anderson Silva não soube precisar nem desde quando conhecia o parceiro de treino nem quando consumiu o tal suplemento.

 

Com o resultado da suspensão, o Spider foi "banido" do Ranking do UFC desta semana, confira o mesmo aqui.


Como a punição é retroativa ao dia da luta, Anderson Silva estará liberado para lutar a partir do dia 31 de janeiro de 2016. sendo necessario porém, para conseguir uma nova licença, apresentar um exame negativo à NAC, detalhe interesssante caso Anderson tivesse assumido o uso de esteroides, poderia peagar uma pena menor (7 meses) e estaria livre no dia 31 de Agosto de 2015.

 

Em nota oficial do UFC divulgou uma nota oficial comentando o episódio de forma bastante prudente, demonstrando respeito à história do ex-campeão e aguardando seu retorno ao octógono.


"A organização do UFC mantém uma política restrita, consistente contra o uso por seus atletas de qualquer substância ilegal e ou que melhore o desempenho, estimulantes ou agentes que ocultem os resultados dos exames, e apoia totalmente os esforços da Comissão para garantir uma competição por todos os atletas do MMA. O UFC reconhece a grande carreira de Silva e aguarda pelo seu retorno ao Octógono em 2016″, diz o comunicado divulgado pela organização."


Fonte: Bol√£o Octagon